Quinta, 19 de abril de 2018
91 99100-9888
Brasil

06/04/2018 ás 11h38

22

Jonivaldo Castro

Mãe do Rio / PA

Três mandamentos remistas para ser campeão: consistência, agressividade e tranquilidade
clássicos Re-Pa de 2018
Três mandamentos remistas para ser campeão: consistência, agressividade e tranquilidade
Bruno Maia
Sexta-Feira, 06/04/2018, 07:43:56 - Atualizado em 06/04/2018, 07:50:40 Ver comentário(s)

 

Bruno Maia confia que o time azulino vai manter a pegada vitoriosa e sair do Mangueirão com a taça do Estadual neste domingo (Foto: Irene Almeida)

No decorrer das semanas que antecederam a realização dos três clássicos Re-Pa de 2018, embora fossem apontados fatores ligados à qualidade técnica e aos conceitos táticos, o grupo de jogadores do Clube do Remo e do Paysandu, assim como a comissão técnica das duas agremiações, foram categóricos ao afirmar que os detalhes iriam se sobrepor em campo, justamente pelo nivelamento físico e emocional apresentado pelas equipes ao longo da temporada. 

Para a disputa do último clássico válido pelo Campeonato Paraense desse ano, no próximo domingo (8), pelo título da competição, os azulinos ainda acreditam que determinadas particularidades serão decisivas, contudo, destacaram três pontos: consistência, agressividade e tranquilidade como elementos fundamentais para o desequilíbrio no duelo.

Segundo o plantel remista, os elementos serão o diferencial, uma vez que os dois times conhecem bem um ao outro, fazendo com que a margem para surpresa, mesmo que existente, seja pequena. “Dessa vez não tem muito mistério. A nossa equipe conhece eles e eles conhecem a nossa equipe. Os três jogos que fizemos foram parelhos, pegados, de muita entrega. A gente acredita que vai ser do mesmo jeito, a única diferença é que eles vão vir pra matar o jogo logo no começo. Daí a gente precisa entrar ligado, ser agressivo, mas manter a calma, porque a gente tem a vantagem ao nosso favor. É manter o equilíbrio que viemos demonstrando que temos tudo para realizar mais uma boa partida”, diz o zagueiro Bruno Maia.

ESPERIÊNCIA ANTERIOR

Os atletas acreditam que esses três pontos deverão definir a postura da equipe, já que foi baseado nesses princípios que o Leão saiu vitorioso em todos os embates diante do maior rival. Dessa maneira, no anseio de um novo triunfo, os profissionais esperam mais garra, para deixar o time ainda mais motivado. “Nós temos que manter essa postura que apresentamos, não só nos clássicos, mas nas outras partidas. É entrar mais focado, com mais coragem, para não dar bobeira. É trabalhar para que possamos entrar bem nesse jogo tão importante para nós”, comentou o goleiro Vinícius.

PONTARIA AFIADA

- No último clássico Re-Pa, mesmo criando menos oportunidades, os jogadores do Clube do Remo foram mais efetivos, aproveitando as chances criadas para sair à frente do placar.

- Para o confronto de domingo (8), pela grande decisão do Estadual, o setor defensivo do time espera estar com a pontaria ainda mais calibrada, para garantir o maior triunfo até o momento. 

 “Não pode mais errar.


gente que joga mais avançado é aproveitar as brechas do rival, criar, e fazer gols. É não poupar esforços, ajudar os companheiros com passes e brigar pela última bola. Espero que nós possamos ser felizes de novo e poder marcar gols para ajudar a equipe nessa missão, que é conquistar o título”, disse o atacante Elielton.


Leão


Controlar as ações  no meio de campo

Desde que retornou ao time titular, o volante Dudu tem sido peça importante na campanha positiva do Clube do Remo no Campeonato Paraense. Participativo entre os setores de defesa, o jogador ainda tem demonstrado recursos ofensivos, como na partida diante do Cametá pela última rodada da fase classificatória, ocasião em que marcou um golaço na vitória de 2 a 0. Para o jogador, o controle no meio-campo da equipe, algo que antes era um dos maiores problemas no time, será primordial para a decisão de domingo contra o Paysandu. “É essencial, né? Ali no meio, ganhar a primeira, a segunda bola, sair jogando bem, controlar as ações é muito importante. As jogadas saem de lá e o jogo começa por lá. Mas sabemos que vai ser um jogo difícil. Tem um grande adversário do outro lado, nosso maior rival. É não cometer erros para obter o nosso objetivo final”, comentou o volante.

Para Dudu, o equilíbrio no setor, além do amparo das outras zonas, dará chances ao Remo em ser mais ofensivo, diferentemente do último Re-Pa. “É não dar espaço e tentar sair para o jogo para conseguir fazer um golzinho. Ampliar essa vantagem para conseguir o nosso objetivo”, almeja Dudu.

 

FONTE: www.diarioonline.com.br

O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas. A qualquer tempo, poderemos cancelar o sistema de comentários sem necessidade de nenhum aviso prévio aos usuários e/ou a terceiros.
Comentários

0 comentários

Veja também
© Copyright 2018 :: Todos os direitos reservados
Site desenvolvido pela Lenium