Terça, 20 de novembro de 2018
91 99100-9888
Brasil

12/09/2018 ás 14h35

72

Jonivaldo Castro

Mãe do Rio / PA

Aluno de 10 anos atira em professora e depois se mata em escola de São Caetano do Sul, SP
Menino provavelmente entrou com o revólver calibre 38 escondido na mochila. A arma, de acordo com a PM, pertence ao pai do garoto, que é guarda civil
Aluno de 10 anos atira em professora e depois se mata em escola de São Caetano do Sul, SP
Foto: Reprodução/TV Globo

Agência O Globo | Postado em: 12/09/2018 às 14:07:47


 


Um aluno de 10 anos atirou na professora e depois se matou com um tiro na cabeça, na tarde desta quinta-feira, em uma escola em São Caetano do Sul, no ABC paulista. Segundo a assessoria de imprensa da Prefeitura de São Caetano, David Mota Nogueira, aluno do 4º ano C da Escola Municipal Alcina Dantas Feijão, fez o disparo contra a professora por volta das 15h50m, logo após o intervalo do lanche, em sala de aula.


A professora Rosileide Queiros de Oliveira, de 38 anos, foi atingida com um tiro nas costas. No momento, cerca de 25 alunos estavam na sala de aula, mas nenhum deles ficou ferido. Houve correria e pânico.


As aulas na escola, que tem 1.900 alunos e fica no bairro Mauá, foram suspensas nesta quinta e sexta-feira.


Segundo o capitão Robinson Mastropil, porta-voz da Polícia Militar, o menino provavelmente entrou com o revólver calibre 38 escondido na mochila. A arma, de acordo com a PM, pertence ao pai do garoto, que é guarda civil em São Caetano do Sul.


 Em entrevista coletiva, secretário municipal de Segurança Pública da cidade, Moacyr Rodrigues, negou que a arma pertence à corporação. O revólver foi adquirido no ano passado e registrado no nome do pai do garoto. Segundo Rodrigues, não há registro de que o menino sofria qualquer tipo de transtorno ou bullying. De acordo com os professores, ele era uma criança tranquila e não tinha problemas de indisciplina.


De acordo com o capitão Robinson Mastropil, o estudante pediu para ir ao banheiro e quando voltou já estava com a arma em punho.


– Ele acertou a professora na região lombar. Em seguida, ele saiu da sala, desceu uma escada e disparou contra a cabeça – explicou o policial.


O aluno foi levado com vida ao Hospital de Emergência Albert Sabin. David teve duas paradas cardíacas e morreu por volta das 16h50m. A Polícia Militar acionou o helicóptero Águia para socorrer a professora. O garoto foi transportado de ambulância.


– O estado dele já era crítico quando foi socorrido – afirmou o policial.


Em nota, a Prefeitura informou que o estado de saúde da professora é estável. Ela não corre risco de morte e foi transferida para o Hospital das Clínicas (HC), em São Paulo, onde deve passar por cirurgia. A professora levou um tiro na região posterior do lado esquerdo, altura do quadril e sofreu uma fratura na patela direita, segundo a nota. Segundo a Prefeitura, a bala está alojada entre o reto e o útero e houve fratura de bacia de Rosileide, que trabalha na rede municipal desde fevereiro de 2005.


Ainda não se sabe a motivação do crime. O caso foi registrado no 3º Distrito Policial de São Caetano do Sul, onde o pai do garoto presta depoimento esta noite.


 

FONTE: /www.emaisgoias.com.br

O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas. A qualquer tempo, poderemos cancelar o sistema de comentários sem necessidade de nenhum aviso prévio aos usuários e/ou a terceiros.
Comentários

0 comentários

Veja também
© Copyright 2018 :: Todos os direitos reservados
Site desenvolvido pela Lenium