Sexta, 18 de outubro de 2019
91 99100-9888
Brasil

08/10/2019 ás 14h20

24

Jonivaldo Castro

Mãe do Rio / PA

Quatro exposições marcam a reabertura do Espaço Cultural Casa das Onze Janelas, em Belém
Reabertura ocorre nesta quarta-feira (9). Espaço estava fechado desde 2016 para restauração.
Quatro exposições marcam a reabertura do Espaço Cultural Casa das Onze Janelas, em Belém
Casa das 11 Janelas reabre na semana do Círio com quatro exposições. — Foto: Divulgação / Agência Pará

Por G1 PA — Belém


 


 


O Espaço Cultural Casa das Onze Janelas, onde funciona o Museu de Arte Contemporânea do Estado do Pará, em Belém, reabre nesta quarta-feira (9) com quatro exposições. Uma cerimônia marcada para às 19h será realizada no local, que estava fechado desde 2016 e foi completamente restaurado.


A Casa foi construída na metade do século XVIII pelo dono de engenho de açúcar Domingos da Costa Bacelar. Em 1768, o edifício foi vendido para o governo do estado e, após reformas feitas pelo arquiteto Antônió Landi, se tornou um hospital militar e abrigou outras atividades militares até́ o final do século XX. Em 2001, o Governo do Pará́ alienou a área para o Projeto Feliz Lusitânia. Em 2002, local ressurgiu como Casa das Onze Janelas, com perfil museológico.


Exposição


·         Na Sala Ruy Meira estará a exposição "Percursos na Arte Brasileira", com curadoria do Sistema Integrado de Museus e Memoriais. A mostra traça um panorama da arte brasileira, das primeiras décadas do século XX aos dias de hoje.


·         Já na Sala Valdir Sarubbi será aberta a exposição "Dilemas 2019", com curadoria de John Fletcher. A proposta expositiva ressalta o potencial crítico da arte sobre a realidade atual.


·         Na Sala Gratuliano Bibas estará a exposição "Encontro das Águas - Luiz Braga e Miguel Chikaoka", com curadoria do Sistema Integrado de Museus e Memoriais e texto de João de Jesus Paes Loureiro. A mostra apresenta um olhar sobre a Amazônia.


·         E na Sala Laboratório das Artes tem a exposição "Indizível". Com curadoria de Nando Lima, a mostra traz uma vídeo instalação que propõe uma experiência imersiva no universo simbólico de Andara, a Amazônia distópica de Vicente Cecim.


Restauro


Segundo o governo do estado, o espaço precisava de reparos em suas instalações, desde a elétrica e de ar condicionado. O Sistema de Prevenção e Combate a Incêndio, por exemplo, foi atualizado e todos os extintores mudados de água para CO².


A Casa também possui infraestrutura para abrigar um restaurante, que precisava de adaptações para atender as novas funções gastronômicas do local. Está sendo construída ainda uma cobertura de metal e vidro que vai possibilitar o uso da varanda Guajará em períodos de chuva e sob o sol da manhã.


 

FONTE: g1.globo.com/pa

O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas. A qualquer tempo, poderemos cancelar o sistema de comentários sem necessidade de nenhum aviso prévio aos usuários e/ou a terceiros.
Comentários

0 comentários

Veja também
© Copyright 2019 :: Todos os direitos reservados
Site desenvolvido pela Lenium